Logotipo Created with Sketch.

Academia de jurados 2017

Conheça o time de especialistas que escolhe o Educador do Ano

Ana Inoue

<span>–</span>

(Renato Pizzutto/FVC)

Desde 2005, dirige o Centro de Estudar Acaia Sagarana no Instituto Acaia, voltado ao atendimento de alunos da rede pública para que ganhem autonomia de estudo e possam ingressar em boas universidades. Também desenvolve, desde 2006, um trabalho de assessoria e acompanhamento dos projetos de educação financiados pelo Itaú BBA.

Graduada em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP), desde 1977 dedica-se a atividades na área educacional. Foi professora, coordenadora e formadora de professores. Coordenou os Parâmetros Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental e o Referencial Curricular Nacional da Educação Infantil e trabalhou com várias redes públicas estaduais e municipais como consultora para o Ministério da Educação (MEC). Foi membro do Conselho Estadual de Educação de São Paulo (2015-2017). Atua em diversos conselhos de organizações não governamentais, de fundações e de instituições, como Todos pela Educação, Instituto Natura e Associação Parceiros da Educação.

Anna Helena Altenfelder

<span>–</span>

(Renato Pizzutto/FVC)

Atual Presidente do Conselho de Administração do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec), trabalha há mais de quinze anos na organização, tendo atuado como superintendente, pesquisadora, formadora, autora de materiais de orientação para professores e gerente de projetos.

Pedagoga com especialização em psicopedagogia pelo Instituto Sedes Sapientiae, Anna Helena também é mestre e doutora em Psicologia da Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Foi professora e coordenadora pedagógica do ensino básico e docente de disciplinas e supervisão de estágio em cursos de pós-graduação latu senso em Psicopedagogia.

Lino de Macedo

<span>–</span>

(Renato Pizzutto/FVC)

Professor titular aposentado no Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (USP), onde exerceu também as funções de Diretor, Vice-Diretor, Chefe de Departamento e Coordenador da Pós-graduação em Psicologia Escolar e Desenvolvimento Humano. Pesquisa o valor dos jogos na Psicologia e Educação como recurso de observação e promoção de processos de aprendizagem e desenvolvimento, na visão de Piaget. É considerado uma autoridade em psicologia do desenvolvimento e um reconhecido supervisor, pesquisador e orientador de projetos voltados para a educação e a saúde da criança. Atualmente é assessor do Instituto Pensi, braço de ensino, pesquisa e projetos sociais da Fundação José Luiz Egydio Setúbal, mantenedor do Hospital Infantil Sabará.

Graduado em Pedagogia pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de São José do Rio Preto (atual UNESP), Lino é mestre, doutor e livre docente em Psicologia pela Universidade de São Paulo (USP). Participou do grupo que concebeu o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e o atual currículo do Ensino Fundamental II e do Ensino Médio do Estado de São Paulo. É membro do Comitê Científico e do Conselho Deliberativo do Núcleo Ciência pela Infância (NCPI) e da Academia Paulista de Psicologia.

Mônica Dias Pinto

<span>–</span>

(Renato Pizzutto/FVC)

Gerente de Desenvolvimento Institucional da Fundação Roberto Marinho, desenvolve parcerias do Canal Futura e é responsável pela área de Avaliação da Fundação. No Colégio Pedro II, trabalha na Pró-Reitoria de Ensino, na área de projetos educacionais. Foi professora e coordenadora pedagógica em Educação Básica e coordenadora do Programa Nacional de Formação de Professores, vinculado ao MEC e à TVE. Como consultora em Mídia-Educação, atuou junto ao Sesc Nacional, TV Escola, Secretarias Municipais e Estaduais de Educação. Foi Gerente de Conteúdo do Canal Futura no período de sua criação e implementação (1997 a 2000).

Mestre em Educação pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-RJ), Mônica cursou MBA em web intelligence & digital ambience da Universidade Federal do Rio de Janeiro (COPPE- UFRJ). Cursou o Programa de Desenvolvimento de Executivos da Fundação Dom Cabral. Tem pós-graduação em História e Cultura Contemporânea pela Bennett/RJ e graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ). É membro do Conselho de Governança do GIFE e do Conselho Consultivo do projeto Parceria Votorantim Pela Educação. Integra o Conselho Empresarial de Educação RJ, o Conselho do Centro de Inovação para a Educação Brasileira (CIEB) e o Conselho Executivo do projeto Conviva, liderado pelo Instituto Natura.

Nuno Crato

<span>–</span>

(Renato Pizzutto/FVC)

Professor catedrático de Matemática e Estatística na Universidade de Lisboa, em licença temporária,  trabalha atualmente como cientista visitante no centro de pesquisa da Comissão Européia, JRC, na Itália. Entre 2011 e 2015, foi Ministro da Educação e Ciência em Portugal. Durante esse período, o abandono escolar reduziu-se de cerca de 25% para 13,7%, as retenções melhoraram e Portugal obteve os seus melhores resultados históricos nas comparações internacionais PISA e TIMSS, passando à frente da Finlândia com o 4º lugar em Matemática.

Alguns dos seus livros foram publicados em várias línguas e países, incluindo o Brasil. Dentre eles, destacam-se ‘Eduquês’ em Discurso Directo: Uma Crítica da Pedagogia Romântica e Construtivista  (Gradiva) e Figuring it Out (Springer). Pelos seus trabalhos, Nuno recebeu prêmios da Sociedade Européia de Matemática e da Comissão Européia.

Regina Scarpa

<span>–</span>

(Renato Pizzutto/FVC)

Diretora Pedagógica da Escola Vera Cruz e do Instituto Vera Cruz, atuou como Coordenadora Pedagógica da Fundação Victor Civita e do Prêmio Educador Nota 10 entre 2006 e 2014. Foi membro da Equipe de Elaboração dos Referenciais Curriculares Nacionais para a Educação Infantil do Ministério da Educação (MEC), na Área de Leitura e Escrita, e professora no curso de Pós-graduação em Alfabetização do Instituto Superior de Educação Vera Cruz (ISEVEC).

Psicóloga de formação, mestre e doutora na área de Educação, Regina foi professora, coordenadora e assessora pedagógica em escolas públicas e particulares. Contribuiu na construção de diretrizes curriculares e formação de professores em secretarias municipais na área de Educação Infantil e Ensino Fundamental. Participou da elaboração, concepção e supervisão de projetos sociais relacionados à formação de professores e formadores do Instituto Avisa Lá, do CEDAC e do Instituto Chapada de Educação e Pesquisa, do qual também é membro do Conselho Consultivo.

Rodrigo Hübner Mendes

<span>–</span>

(Renato Pizzutto/FVC)

Fundador e superintendente do Instituto Rodrigo Mendes, organização sem fins lucrativos cuja missão é garantir que toda pessoa com deficiência tenha acesso a uma educação de qualidade na escola comum. O Instituto desenvolve programas de pesquisa, formação continuada e controle social. Nos últimos anos, formou educadores em 20 Estados brasileiros, tendo impactado 1,5 milhão de estudantes das redes públicas de ensino. Seu portal sobre educação inclusiva, o diversa.org.br, oferece uma biblioteca com referências sobre como acolher as diferenças humanas nas escolas.

Rodrigo é mestre em Gestão da Diversidade Humana pela Fundação Getúlio Vargas e atua como professor e pesquisador na área da educação inclusiva. Foi aluno do curso de Liderança e Políticas Públicas para o século XXI na Kennedy School of Government , da Universidade de Harvard, nos EUA. É empreendedor social Ashoka e membro do Young Global Leaders (Fórum Econômico Mundial). Desde 2015, trabalha como consultor para a UNESCO e para o governo de Angola.