Logotipo Created with Sketch.

Marinaldo Sarmento

Confira aqui mais informações sobre o trabalho.

Educador Nota 10

2018

 (Nayara Jinkinss/Nova Escola)

Quando uns aprendem com os outros

Marinaldo faz da sua turma heterogênea uma vantagem e todos aprenderam sobre o gênero fábulas

Educador Nota 10: Marinaldo Sarmento
Escola Municipal de Ensino Infantil e Fundamental Jupariquara
Barcarena, PA
Língua Portuguesa – Alfabetização
Ensino Fundamental I

Projeto: Produção Textual do Gênero Fábulas
Número de alunos: 18
Duração do trabalho: 2 semanas
Resumo: Em uma escola ribeirinha a duas horas de barco da cidade de Barcarena, o professor Marinaldo planejou com muita consistência uma sequência de trabalho sobre fábulas para seus alunos de 4 a 11 anos de sua turma multisseriada. Ele valorizou a diversidade e lançou mão de estratégias fundamentais, como os grupos produtivos, para garantir a participação de todos. Em uma variedade de situações apresentadas de forma cuidadosa a seu grupo o professor garantiu que todos se aproximassem do gênero estudado dentro de suas possibilidades, dando espaço para pensar sobre os animais das fábulas e os animais da região, por exemplo, mas também com situações de alfabetização de acordo com as hipóteses de escrita do grupo. Os textos finais foram produzidos coletivamente nos quais os alunos mais novos atuavam como ditantes e um aluno mais velho atuava como escriba, intercalando estes momentos com retomadas coletivas, garantindo uma elaboração de todo o grupo.
Por que o trabalho foi premiado?
“O projeto enfoca um gênero textual complexo, a fábula, porém dando destaque ao trabalho intenso dos alunos na tomada de decisões escritoras a partir de análises leitoras. Marinaldo intercalou a produção coletiva, textual, com momentos nos quais atendia às necessidades do processo de alfabetização das crianças. O trabalho com as fábulas ficou mais rico por conta de um planejamento cuidadoso feito com base na diversidade, não para superá-la, mas para torná-la elemento de ação pedagógica. Além disso, o professor organizou a sequência didática intercalando momentos coletivos, em grupos e em desafios individuais. Considero que dar luz a estratégias que valorizam os diferentes saberes dos alunos em espaços multisseriados pode inspirar práticas pedagógicas em salas de aula regulares, com crianças em idades mais próximas, mas com conhecimentos variados.” Miruna Kayano, Coordenadora Pedagógica de Ensino Fundamental, anos iniciais, professora do curso de formação em Alfabetização e Produção de Texto da Escola da Vila e selecionadora do Prêmio Educador Nota 10